fone de ouvido

Você usa fone de ouvido?

Você usa fone de ouvido?

Quem nunca sentou ao lado de alguém que estava usando fone de ouvido dentro de um ônibus, metrô ou mesmo avião e, apesar de todo o ruído externo, conseguimos escutar perfeitamente o que ela estava ouvindo?

Comum, né?

É por isso que a Organização Mundial da Saúde estima que 1.1 bilhão de adolescentes e adultos jovens ao redor do mundo correm o risco de ter perda auditiva por usar fones de ouvido em volumes acima do ideal.

Alguns smartphones podem tocar músicas em até 120 dB (decibels), o que é um nível bem maior do que o limite ideal aceitável de 65 dB. Nesse volume de 120dB, o tempo máximo permitido é de 15  minutos por dia.

E o tempo dessa exposição conta muito. Quanto maior for o tempo escutando música em altos volumes com fones de ouvido, maior é o risco de perda auditiva.

Sabe o que é pior? Ainda não temos uma terapia efetiva para recuperar essa audição perdida. Não tem remédio para isso!

Então qual seria o volume ideal quando usamos fones de ouvido?

O ideal é ajustá-lo para conseguirmos conversar perfeitamente com outra pessoa e ainda ouvirmos o som dos fones.

Dê um descanso para seus ouvidos! Idealmente, a cada 50 minutos usando fones de ouvido, precisamos de 10 minutos de descanso.

fone de ouvido

Zumbido e sensação de ouvido tampado podem ser sinais de fadiga auditiva e um alerta para perda auditiva. Fique de olho !

E, por fim, existe um fone de ouvido ideal?

Não há um fone de ouvido perfeito, porém devemos sempre dar preferência para aqueles que são de concha, ao invés dos que ficam dentro do canal auditivo, e assim, bem mais próximo da membrana timpânica.


Então, já sabe. Pensem muito bem antes de usar fones de ouvido no volume máximo!

Ficou alguma dúvida? Acha que tem perda auditiva? Tem algum dos sintomas de alerta? Vá ao otorrinolaringologista.

Quer acompanhar nossos conteúdos? Fique ligado no blog  ou em nossas redes sociais!

Um abraço e até a próxima.

Dr. Leandro de Borborema Garcia

Otorrinolaringologista

Posted by Dr. Leandro de Borborema Garcia in Todos